٣١‏/١‏/٢٠٠٦

all that jazz

alguém especial...
que seja tímido o suficiente pra me olhar nos olhos
que não resista um elogio e corte, ao ímpeto, pára!!!!
que me abrace e se importe se tudo foi tão intenso pra mim também
que se importe em saber como foi meu dia, minha semana, como vão os negócios
que não faça planos absurdos, pra que eu me iluda mais e mais e mais
e caia em choro se um dia ele for embora
alguém que me ensine que o bom é estar comigo mesma
e com ele às vezes, prum abraço apertado
e o suor, e o vaivém dos quadris cansados
e os corpos, exaustos de felicidade se enrolam num chão bagunçado
e se isso tem um nome, ou não tem, que importa?
que importa agora dizer que isso é ora sempre, pra dois meses, pra nunca mais???
por enquanto é, e tem sido uma das melhores coisas da vida
e contar os minutos num sábado atrpelado, onde os compromissos se acumulam
e reservar um espaço pra ser só sua
e você ser só meu...